Menu

Ronco da Cuíca Fábrica do “Breca” o Samba!

06 AGO 2015
06 de Agosto de 2015

O título até parece esquisito. Porém, é o nome ideal para definir o destino das obras da Fábrica do Samba, que já se chamou “Fábrica dos Sonhos”, quando foi lançada ás vésperas do Carnaval 2007. E “Casa de Bambas” dois ou três anos depois, e finalmente Fábrica do Samba. Portanto, com um histórico de cerca de oito anos e que poderá até virar enredo! Quem sabe um dia?
Com o ritmo lento da construção, iniciada em 2012, o complexo que vai abrigar os barracões das 14 Escolas de Samba do Grupo Especial, pode não ser entregue antes do Carnaval de 2016. A nova promessa da Secretaria de Infraestrutura Urbana e Obras (Siurb), é concluir os trabalhos, em janeiro de 2016. Inclusive, o prazo foi alterado mais uma vez, já que estava previsto para setembro próximo.
Um autêntico samba de breque! Ou, uma Fábrica que “breca” o samba. Segundo os poucos funcionários que restam na obra, “não há previsão para a retomada dos trabalhos”. Eles apontam que dois dos três blocos do projeto não foram concluídos. Atualmente, apenas quatro homens trabalham, mas na montagem de sistemas de iluminação.
Segundo a Siurb, cerca de 50% da Fábrica do Samba já está concluída e que os Blocos A e B estão finalizados. Já o Bloco C esta com cinco galpões em construção. A Siurb informou ainda, que a paralisação das obras é por causa do processo de preparação das vigas do Bloco C, que devem ser entregues daqui a um mês. A Fábrica do Samba terá 63 mil metros quadrados de área construída somando 14 galpões em todo o complexo. O custo da obra é de R$ 40 milhões e conta com financiamento do governo federal.    
Vale lembrar neste samba de breque que virou fabrica, que quando o então o prefeito Gilberto Kassab anunciou a construção da “Fábrica dos Sonhos”, ás vésperas do Carnaval 2007, ele acertou em cheio no nome e no destino da obra. Ou seja: Sonhos!

Valdir Sena

Já curtiu a página no Facebook?
Verificação
informe os caracteres da imagem
Voltar