Menu

Unidos de Vila Maria define seu hino para o carnaval de 2018

26 AGO 2017
26 de Agosto de 2017

Na última sexta-feira (22/08/2017), a Verde, azul e branco da Zona Norte, definiu o hino que será exaltado no carnaval de 2018 na passarela do samba do Anhembi, com uma festa grandiosa, desta tão tradicional escola de samba, que busca seu primeiro título no Grupo Especial do carnaval paulistano.

Foram quatro sambas finalistas, após uma série de eliminatórias, onde os compositores exaltaram o enredo proposto pelo carnavalesco que está debutando na agremiação - Fran Sergio - “Aproveitam-se de minha nobreza, você não soube, não te contaram? Suspeitei desde o princípio! Não contavam com minha astúcia! Arriba Bolanõs, Arriba Vila, Arriba México”. E o desafio é grande na visão do carnavalesco, pois a Vila Maria irá fechar o carnaval ao raiar do dia de domingo, que segundo ele “tem uma diferença da noite para o dia, mas que haviam pensado na possibilidade que acabou confirmando e estaremos preparando algumas novidades para a luz do dia, pois cresce o espetáculo e a Vila Maria vai amanhecer trazendo uma bela história para a avenida”. Com a experiência de 23 anos na coirmã carioca, Beija-flor de Nilópolis ele relata que não é uma novidade promover desfiles à luz do dia, pois foram campeões com o enredo sobre “Roberto Carlos” e “As Sete Missões” que foi o tri campeonato da escola, fazendo um desfile memorável. Segundo o carnavalesco “desfilar a luz do dia é uma bossa diferente e a Vila Maria terá uma experiência única e dará tudo certo! ”.

O samba de enredo que ganhou o apelo da comissão julgadora foi o da parceria formada pelos compositores Dudu Nobre, Rafa do Cavaco, Turko, Maradona, Diego Nicolau, Pepê Niterói, Marcelo Nunes, Evandro Bocão e André Diniz.  É bom lembrar que Dudu Nobre, cantor e compositor carioca foi campeão na escola em 2016 com o enredo sobre o município de Ilhabela no litoral paulista, com um refrão que ficou na boca do povo - "É você minha Vila o meu grande amor, paixão para a vida inteira."

Essa grande festa contou também com a participação da coirmã carioca Mocidade Independente de Padre Miguel, dando um verdadeiro show com sua comunidade nos momentos que antecederam o tão anunciado pronunciamento do Presidente da agremiação Adilson José de Souza, sendo um grito de emoção e felicidade para os compositores vencedores da disputa e de tristeza para aqueles que foram preteridos e plagiando o poeta Wanderley Monteiro “samba enredo só ganha um”.

Para Rodrigo Moleza, mestre da bateria Cadência da Vila “os compositores acabam pensando na identidade da escola e não adianta construírem um samba com uma métrica diferente e que não cabe na característica da bateria que hoje se apresenta e que vem dando resultado para a escola”. Para Moleza, os compositores possuem essa preocupação, mas que analisa a parte que lhe cabe que é a bateria e o que é necessário para contribuir para a realização de um grande desfile.

Os ensaios para o próximo carnaval já irão acontecer no próximo domingo dia 27/09 na quadra da escola.

Por Lailson Leoncio

Fotos: Hauana Caetano

Voltar